Visite o SPIN
SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Fwd: 1/70


Mensagem original
De: jose carlos lima < jose.carlos.lima@hotmail.com >
Para: edson_barrus@ig.com.br
Cópia:neymatogrosso@uol.com.br,passetti@matrix.com.br,joao@glx.com.br,dani.psic@bol.com.br,ladgero@terra.com.br,clmelo@cultura.com.br,contato@olhosalma.com.br,efiterman@brturbo.com,bentoxvi@vatican.va,protocolo@planalto.gov.br,jl2006@uol.com.br,loganalise@loganalise.com,alexandre.pereira@unifap.br,pvj@terra.com.br,fabio.tremonte@uol.com.br,ateus@ateus.net,edneyantunes@hotmail.com,carlosbrandao@dm.com.br,o_melhor_anjo_@aeiou.pt,mlontra@uol.com.br,brasigoisfelicio@hotmail.com,etetuba@uol.com.br
Assunto: 1/70
Enviada: 06/03/2006 09:31

Dúvida: abandonar o mundo imaginário e cair na real? Não sei. Quais são meus
planos neste momento?
( ) Ler edson passeti
( ) Criar um podcasting=rádio=audioblog para refugiar-me=emba lar-me no
personagem Idéia, cuja fala=discurso, no momento sessões de terapia, agora
sei... no divã....poderão ser ouvidas num podcasting. Já tem material a ser
inserido no podcast: a última sessão com a terapêuta. Incorporado por
Idéia, disse à terapeuta:
O mundo não é tão novo assim.
Neste momento específico em que todas as autoridades,
formais e informais, começam com B=beta:
Bin Laden
Bush
Bento 16
Blair
Berlusconni
Bispo Silas Malafaia
Benjamin N., Israel
Trata-se de uma trama
Foi tudo programado. Esta completa a turma beta
O mundo era novo quando estávamos há quase 700 mil anos em
escala astronômica
O ano começou a ser contado quando Idéia percebeu-se a si mesmo
Foi assim
Era manhã
Idéia viu-se em cima de uma árvore, num galho horizantal que apontava para o
poente
Sentiu a sensação do atrito entre o seu corpo e o co rpo da árvore, uma
percepção até então inexistente
Percebeu seus braços longos, talvez por ser um pouco corcunda
Sentiu o que até então não sentido: o seu ventre
Uma eqüidistante sensação de maternidade
Levou as mãos ao ventre
Foi quando percebeu-se ainda mais
Viu o que até então não havia visto: a distância
Até então Idéia não possuía a noção de distância
Estranho, muito estranho isso
Foi quando sentiu-se longe, bem longe do seu ponto de partida
Olhou em direção ao infinito, onde o sol se põe
Viu o quanto estava diante de onde partiu
Sentiu-se so
Teve saudade
Sentiu-se longe
Gritou
Foi quando percebeu que não poderia gritar com toda a desenvoltura do seu
espírito=desejo
Não poderia gritar porque a sua garganta estava impedida por cartilagens
Mas gritou assim mesmo
Os seus pares perceberam o grito
Foi quando o tempo começou a ser con tado
Isto há 777.777 anos atrás
.
.
.
.
Para não receber o próximo email responda esta mensagem com cancelar


José Carlos Lima

_________________________________________________________________
Ganhe tempo encontrando o arquivo ou e-mail que você precisa com Windows
Desktop Search. Instale agora em http://desktop.msn.com.br

A História de Idéia (continuação). Até então... até não ser vítima de Idéia Sem



De
:
jose carlos lima 

A História de Idéia


O mundo deu muitas voltas para que a gente se
encontrasse novamente. No entanto estamos aki=aqui. Haveremos de homologar
uma nova ortografia, novos sinais de pontuação, uma nova cartografia, um
novo calendário, um novo jeito de olhar=ser.
Atenção e rejeição
Elevada auto-estima e fossa=fundo do poço
Tristeza
Dias atrás, durante a dormência,
sonhei=olhei=vi=fui o spin cantor Ney Matogrosso aos 80 anos de idade. Em
sinal de pobreza, esta pobreza=desleixo=esquecimento característica=típica
dos poetas ou de quem vivem em permanente estado de poesia=olhar=seição. Lhe
faltava um dente na boca e vi isto como sinal de pobreza material=social.
Naquele momento ele saiu do seu barracão e estava ocorrendo, há poucos
metros dali, uma grande baile=festa popular.
Quando qualquer filhote de animal nasce, se ocorre
a rejeição por parte da mãe, o destino é a morte. Por isso não rejeitemos
nossos velhos. Não rejeitemos nossos filhos. Consta em sua biografia, que
faz parte da história do spin cantor Ney Matogrosso a rejeição por parte do
pai. Isto é terrível.
Neste momento, um spin médico=terapeuta me diria.
Não se esqueça o Ney Matogrosso. Cada um sabe de si, “a dor e a delicia de ser o
que é...” ( Caetano Veloso ). Quanto a ver-se através do outro, isto é
natural. Foi passando por tudo o que passei, por tantas de morte, tantas
violências, tantos apuros, a vida por um triz, que compreendi o quão danoso
é o personagem=realidade Idéia Sem Rosto.
Rosto, não entendia nada o que era isso. Tive que
passar pela experiência. Tive o privilégio de estar cara-a-cara com Idéia
Sem Rosto. Ele roubou todos os meus arquivos. Todas as minhas palavras. Ele,
por um bom tempo, praticamente durante 24 horas, me iludiu, tomou conta de
mim e levou tudo.
Por isso não tenha a menor dúvida. Idéia Sem Rosto
é o ser mais abjeto=imundo do mundo. Idéia Sem Rosto é capaz de levar
homofóbicos à masturbação vendo um homossexual se passando por mulher. Idéia
Sem Rosto é terrível. Não se aproximem de Idéia Sem Rosto. A respeito de
Idéia Sem Rosto, dias atrás, num sonho, o spin cantor Ney Matogrosso, se
referindo a ISR, Idéia Sem Rosto, disse: “ele não é flor que se cheire... E
pensou o seguinte: não aceite ajuda dele... não permita que ele não ponha a
mão em nada seu...nem mesmo na sua mala=bagagem.”

É isto. Eis Idéia Sem Rosto. A morte. O furto. Ate
( o Erro), uma divindade alegórica=real=grega=romana. Ah, como o mundo seria
bom sem a presença=existência de Idéia Sem Rosto. Será possível este
paraíso?





Grato,

José Carlos Lima

Goiânia - Rio Meia Ponte