Visite o SPIN
SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A História de Idéia (continuação). Até então... até não ser vítima de Idéia Sem



De
:
jose carlos lima 

A História de Idéia


O mundo deu muitas voltas para que a gente se
encontrasse novamente. No entanto estamos aki=aqui. Haveremos de homologar
uma nova ortografia, novos sinais de pontuação, uma nova cartografia, um
novo calendário, um novo jeito de olhar=ser.
Atenção e rejeição
Elevada auto-estima e fossa=fundo do poço
Tristeza
Dias atrás, durante a dormência,
sonhei=olhei=vi=fui o spin cantor Ney Matogrosso aos 80 anos de idade. Em
sinal de pobreza, esta pobreza=desleixo=esquecimento característica=típica
dos poetas ou de quem vivem em permanente estado de poesia=olhar=seição. Lhe
faltava um dente na boca e vi isto como sinal de pobreza material=social.
Naquele momento ele saiu do seu barracão e estava ocorrendo, há poucos
metros dali, uma grande baile=festa popular.
Quando qualquer filhote de animal nasce, se ocorre
a rejeição por parte da mãe, o destino é a morte. Por isso não rejeitemos
nossos velhos. Não rejeitemos nossos filhos. Consta em sua biografia, que
faz parte da história do spin cantor Ney Matogrosso a rejeição por parte do
pai. Isto é terrível.
Neste momento, um spin médico=terapeuta me diria.
Não se esqueça o Ney Matogrosso. Cada um sabe de si, “a dor e a delicia de ser o
que é...” ( Caetano Veloso ). Quanto a ver-se através do outro, isto é
natural. Foi passando por tudo o que passei, por tantas de morte, tantas
violências, tantos apuros, a vida por um triz, que compreendi o quão danoso
é o personagem=realidade Idéia Sem Rosto.
Rosto, não entendia nada o que era isso. Tive que
passar pela experiência. Tive o privilégio de estar cara-a-cara com Idéia
Sem Rosto. Ele roubou todos os meus arquivos. Todas as minhas palavras. Ele,
por um bom tempo, praticamente durante 24 horas, me iludiu, tomou conta de
mim e levou tudo.
Por isso não tenha a menor dúvida. Idéia Sem Rosto
é o ser mais abjeto=imundo do mundo. Idéia Sem Rosto é capaz de levar
homofóbicos à masturbação vendo um homossexual se passando por mulher. Idéia
Sem Rosto é terrível. Não se aproximem de Idéia Sem Rosto. A respeito de
Idéia Sem Rosto, dias atrás, num sonho, o spin cantor Ney Matogrosso, se
referindo a ISR, Idéia Sem Rosto, disse: “ele não é flor que se cheire... E
pensou o seguinte: não aceite ajuda dele... não permita que ele não ponha a
mão em nada seu...nem mesmo na sua mala=bagagem.”

É isto. Eis Idéia Sem Rosto. A morte. O furto. Ate
( o Erro), uma divindade alegórica=real=grega=romana. Ah, como o mundo seria
bom sem a presença=existência de Idéia Sem Rosto. Será possível este
paraíso?





Grato,

José Carlos Lima

Goiânia - Rio Meia Ponte

Nenhum comentário: